Contact icon

Notícias

A segurança num mundo 5G: os desafios

A próxima geração de tecnologia wireless móvel conhecida como 5G está no centro do hype, como comprovam as diversas feiras que já ocorreram este ano, seja o CES2019 em Las Vegas, seja o MWC2019, em Barcelona. As operadoras dedicam equipas e investimentos avultados para poderem ser os primeiros a implementar esta nova tecnologia, os fornecedores de equipamentos móveis lutam por serem os primeiros a oferecer equipamentos que suportem esta tecnologia e as empresas anseiam por novos modelos de negócio e de fluxos de receitas, por novas ofertas aos consumidores que lhes permitam ficar na vanguarda.

A promessa de taxas de transferência 10 a 100 vezes mais rápida que nas atuais redes 4G, permite que milhares de utilizadores recebam, em simultâneo, no mínimo 1Gbps de dados, mais rápido que a ligação a cabo em casa. Mas o 5G não é apenas uma versão maior e melhor do LTE – sua visão é mais ampla do que isso. Na realidade sabemos que o 5G – e até o já falado 6G – e a IoT criam oportunidades de negócios disruptivas para os players do mundo móvel. A promessa da Internet das Coisas de baixo consumo e elevadas velocidades, de carros e outros disponitivos autónomos, cidades inteligentes, entre muitos outros, tornou-se urgente de realizar.

Mas, no cerne do 5G está o facto importante de que esta nova tecnologia requerer uma abordagem completamente nova à infraestrutura e à gestão de rede, o que significará investimentos obrigatórios em novos equipamentos que suportem a tecnoogia, e em segurança, para garantir que os dados se mantém resguardados.

A segurança num mundo 5G deverá ser um dos eixos de negócios e de vantagem competitiva na oferta de sistemas que garantam a não intrusão, seja em ambienets domésticos, seja m ambientes profissionais. Sabemos que quando aumentamos exponencialmente a nossa conectividade, abrimos novos desfaios e cenários para o desenvolvimento de novas ameaças. Alguns fatores que devem ser sempre tidos em conta na hora de adotar a nova tecnologia, serão a necessária visibilidade total e a segurança automatizada a todos os locais da rede. Estas serão as portas que devem estar bem seguras.

Os primeiros lançamentos comerciais de tecnologias de rede pelas operadoras deverá começar em 2020, pelo que é urgente a reflexão e decisão em matéria de segurança, hoje. O 5G enfrenta os mesmos perigos de segurança que os seus antecessores enfrentavam, incluindo questões sobre autenticação, confidencialidade, autorização, disponibilidade e segurança de dados. E vai mais além destes. Necessita de políticas de segurança mais fortes do que as gerações anteriores para vários aspectos e novas vulnerabilidades que estarão ocultas sob novas politicas de segurança, sendo que as vulnerabilidades inexploradas das gerações anteriores permanecerão no 5G.

Elizabeth Alves, Sales Manager,
Exclusive Networks Portugal

Contact Form


Todos os campos * são obrigatórios.